segunda-feira, 16 de outubro de 2017

Incêndios 2017 um desabafo

Portugal encontra-se ardido! Um país que tem na sua área florestal a sua maior riqueza não pode tratar o seu território assim. A mão pesada tem de ser aplicada de alguma maneira, pois não estamos só a pegar fogo ao país, como estamos a deitar fora anos e anos de promoção de um destino seguro e com belezas naturais das mais bonitas da nossa Europa, sim porque o sol e o tempo quente só por si não vende meus senhores....

 Um país que tem no turismo o seu maior aliado, tem de apostar muito mais na prevenção do que aposta, um país que passa 9 meses ao ano a planear não anda para a frente em termos ambientais, um país que tem um sistema de comunicações com falhas desde o seu inicio à anos atrás tem de ter coragem de dizer basta, e acabar sem qualquer tipo de indemnizações seja a quem for, mas sim com o apuramento de responsabilidades séria e que nos sirvam de exemplo para nunca mais cairmos nos mesmos erros, um país onde a maioria dos licenciados em ambiente e área florestal estão no desemprego ou a trabalhar fora da área não tem falta de recursos, tem sim falta de gestão.

 Os nossos bombeiros são cada vez mais carne para canhão, pois o os "culpados" por isto e por aquilo, por não serem omnipresentes tipo Deus.... no meu entender são e serão sempre os grandes heróis que merecem receber dignamente e de forma regular, pois grande parte deles são voluntários e sem meios, e fazem das tripas coração para poder zelar pela nossa segurança todos os dias.

 Só hoje já vamos com mais de 80 mortos por causa dos incêndios, num país em que os incêndios naturais são mesmo isso naturais mas que passamos a vida a culpar o fogo posto, ele existe sim senhor, mas Portugal é e sempre será um país que tem incêndios regulares e a única maneira de os combater é a prevenção a longo prazo, usar os meios humanos que temos a todos os níveis, quer sejam os bombeiros no combate e prevenção, quer sejam os licenciados em ambiente e florestas na educação e prevenção em idades escolares desde o básico ao universitário, sim até ao universitário pois o erro educativo já vem lá longe e à muitos muitos anos.

 Saber que uma família morreu dentro do seu carro com os seus filhos é algo que não só me revoltou, mas que me fez chorar por alguém que nem consigo imaginar o desespero que pode ter tido, imaginar um pai e uma mãe a verem que nada podem fazer pelos seus filhos é algo que nos transforma a todos.

 Será que para o mês que vem vai estar muita chuva para podermos começar na prevenção no terreno? Será que as condições não vão estar reunidas  para o início da prevenção? Será que ainda temos de esperar pelas famosas verbas para prevenir que mais Portugueses morram? Será que?

 Existem inúmeras áreas onde podemos intervir mesmo sem apoios meus senhores, se não sabem ou se não conhecem, peçam ajuda a que sabe e a quem sabe e esses estão em tantos sítios, desde o desemprego às universidades. Sim porque eles existem e temos grandes profissionais desaproveitados, nesta e em muitas outras áreas neste país, em que todos queremos ser doutores e engenheiros mas trabalhar na área está quieto.....antes de meterem o senhor engenheiro atrás da secretária, têm de o meter a trabalhar no campo, para saber o que lá existe e como poder coordenar com conhecimento de causa, não basta meter um engenheiro recém licenciado atrás de uma secretária se ele nunca esteve a fazer para aquilo que estudou (trabalho de campo).

 Como disse é apenas um desabafo, ou seja, mais um a dizer mal e que tem a mania que percebe de tudo.
 E sim as alterações climáticas têm grande culpa nestas questões.

Cláudio Jardim

16/10/2017

Sem comentários:

Enviar um comentário

Deixe a sua opinião critica e construtiva.

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.

Filipe Duarte Santos em entrevista ao Noticias ao Minuto

 Excelente entrevista com muitos esclarecimentos sobre o nosso presente e futuro, desde os incêndios até à agua que usamos nas nossas sanita...