sexta-feira, 19 de setembro de 2014

2014 ano com menos fogos na última década

O relatório provisório do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) indica que 2014 foi o ano em que se registou o menor número de incêndios da última década.


 Este relatório faz face ao período de 01 de Janeiro a 15 de Setembro deste ano, e podemos concluir que em comparação com o mesmo período de 2013, as ocorrências de fogos diminuíram em mais de metade, adianta o relatório do ICNF, sublinhando que 2014 é o terceiro melhor ano desde 2004 em termos de área de área ardida, com 19.021 hectares de espaços florestais destruídos pelas chamas.

 Podendo mesmo ler no documento "Comparando os valores do ano de 2014 com o histórico dos últimos 10 anos, destaca-se que se registaram menos 61 por cento de ocorrências relativamente à média verificada no decénio 2004-2013 e que ardeu menos 81 por cento do que o valor médio de área ardida nesse período"
 Apesar de todos os valores serem negativos pois correspondem a uma destruição de coberto vegetal, temos motivos de satisfação pois são resultados positivos do trabalho elaborado por muitos profissionais, nomeadamente os bombeiros que são cada vez mais os anjos da terra. 

 Não querendo deixar de criticar que tal como todos os anos as várias classes de bombeiros e GNR que têm dispositivos de combate a incêndios voltaram a se queixar da falta de manutenção de equipamento existente e da falta da aquisição de novo equipamento para o combate aos fogos, isto sem falar na maior critica deste ano que tem de ir para o senhor que achou por bem atirar pedras a um helicóptero que tentava abastecer o balde na sua piscina. 

 Os nosso parabéns a todos os que este ano e nos anteriores trabalham em prol da população.

Cláudio Jardim 19/09/2014


Sem comentários:

Enviar um comentário

Deixe a sua opinião critica e construtiva.

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.

Filipe Duarte Santos em entrevista ao Noticias ao Minuto

 Excelente entrevista com muitos esclarecimentos sobre o nosso presente e futuro, desde os incêndios até à agua que usamos nas nossas sanita...