sexta-feira, 21 de março de 2014

Um pequeno trabalho académico sobre a Laurissilva

 Este é um pequeno trabalho académico que fiz no segundo ano de licenciatura sobre a promoção e recuperação da biodiversidade com principal incidência sobre espécies de altitude, sendo que para este trabalho realizei vários percursos pedestres para recolher material para o projecto.
 Os percursos realizados foram:


  • Pico do Arieiro - Pico Ruivo - Achada do Teixeira
  • Pico do Arieiro - Pico Ruivo - Boca das Torrinhas - Encumeada
  • Achada do Teixeira - Pico Ruivo - Boca das Torrinhas - Encumeada
  • Curral das Freiras - Boca das Torrinhas - Pico Ruivo


                        
                         Promoção da biodiversidade apresentação from Claudio Jardim

 Esta é apenas a apresentação que realizei para o júri de avaliação pois o trabalho conta com cerca de 50 páginas, com muito material fotográfico procurando mostrar o impacto do aluvião de 20 de Fevereiro de 2010 e dos incêndios de Agosto do mesmo ano.
 Ao apresentar este trabalho para um júri o qual não era da Região Autónoma reparei que tudo o que tinham visto era apenas imagens sobre o que aconteceu e o impacto que estas catástrofes tiveram na população junto ao Funchal, e que ficaram agora sensibilizados para o que tais extremos fizeram nas nossas serras e montanhas, pois após os incêndios de Agosto voltamos a ter muito material de pequenas e médias dimensões solto devido à quebra por altas temperaturas e com a agravante de que a barreira natural tinha sido em grande parte destruída pondo em risco muitas espécies e até mesmo a população a jusante destes terrenos que agora encontram-se desbravados sendo uma verdadeira autoestrada para todo este material.
 Não vale a pena apontar o dedo a quem teve culpa do 20 de Fevereiro ou dos incêndios, vale sim a pena procurar maneiras de recuperar o que foi destruído em poucas horas pela água e pelo fogo, pois economicamente somos uma ilha que vive do turismo e sem aquilo que nos distingue dos outros locais do planeta não teremos esse tão desejado retorno económico. Pelo que devem sim investir em recuperar a nossa floresta que apesar de parecer eterna não o é.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Deixe a sua opinião critica e construtiva.

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.

Filipe Duarte Santos em entrevista ao Noticias ao Minuto

 Excelente entrevista com muitos esclarecimentos sobre o nosso presente e futuro, desde os incêndios até à agua que usamos nas nossas sanita...