quarta-feira, 16 de abril de 2014

Levada do Rei (São Jorge / Madeira)




 A Levada do Rei começa em São Jorge logo após o Moinho de Água na zona norte da ilha, este moinho de água é uma paragem obrigatória para locais e para turistas pois é o ultimo moinho deste género na ilha e conta com mais de trezentos anos de existência.
 Logo acima do Moinho de Água tem também uma Serragem de Água a qual encontra-se em funcionamento durante a semana e que também pode ser visitada por quem ali passa.



 No que diz respeito ao percurso, o mesmo é muito fácil e acessível de fazer com apenas uma pequena inclinação na parte inicial e logo de seguida é sempre plano sendo que pode ser realizado por famílias inteiras desde os 8 aos 80 anos.
 Na parte inicial do percurso podemos ver como algumas espécies invasoras estão a competir directamente com a mancha de Laurissilva ali existente o que é uma pena pois põem em risco uma Floresta milenar como
a nossa, mas deixando isso de parte temos um percurso excelente pela frente em que podemos observar lindas paisagens da nossa ilha.
 Esta é uma zona de Reserva da Biosfera da UNESCO o que tem feito com que este local seja cada vez mais especial, pois passear numa Reserva da Biosfera da UNESCO não é o mesmo que passear por outro qualquer local, o respeito que o nome impõe a todos os que visitam esta área é de louvar pois nota-se que tanto o turismo como os locais têm a preocupação de minimizar ao máximo a sua pegada naquele local. 
 Durante o percurso passaremos por quedas de água, e por um pequeno túnel com cerca de 5 a 6 metros de cumprimento, passaremos também por um ribeiro o qual é uma barreira natural para as espécies invasoras que ali habitam, pois logo após o ribeiro que fica situado mesmo a meio caminho entre as Quebradas e o Ribeiro Bonito notamos que estamos no coração da Laurissilva e que a floresta encontra-se de perfeita saúde.
 A chegada ao Ribeiro Bonito é brindada com os saltos das trutas que se encontram nos vários lagos ali existentes e muitas vezes podemos ver os mais corajosos a dar alguns mergulhos nos lagos mais fundos.
 No final está na hora de voltar para trás e levar connosco fotografias, muitas memórias e recolher algum lixo que possa estar por ali deixado por aqueles que têm uma menor sensibilidade e respeito pelo Ambiente e pelos locais que visitam e que tanto gostaram de visitar.







Por Cláudio Jardim 12/08/2013


Sem comentários:

Enviar um comentário

Deixe a sua opinião critica e construtiva.

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.

Filipe Duarte Santos em entrevista ao Noticias ao Minuto

 Excelente entrevista com muitos esclarecimentos sobre o nosso presente e futuro, desde os incêndios até à agua que usamos nas nossas sanita...